Quem somos - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Fraternidade São Francisco de Assis

Esta fraternidade atende o Noviciado São José e a Paróquia São Francisco de Assis

Rua Frei Bruno, s/n, Centro
Rodeio – SC
CEP. 89136-000
Tel. (47) 3384-0162
e-mail: noviciado@tpa.com.br

Diocese Rio do Sul

A FRATERNIDADE
Frei José Antônio Cruz Duarte: guardião
Frei Rafael Spricigo: vigário casa e vigário paroquial
Frei Abel Schneider: tratamento
Frei Pedro da Silva: pároco, vice-mestre e animador do SAV local e regional
Frei Samuel Ferreira de Lima: mestre

NOVIÇOS

Frei Abel Ndala Sahuma Nganji (FIMDA)
Frei Clementino Samuel Miguel (FIMDA)
Frei Domingos Macuva Paulo (FIMDA)
Frei Daniel Maciel
Frei David Vicente da Conceição Gaeita (FIMDA)
Frei Éverton Junior Goschel Broilo
Frei Francisco Teixeira Junior
Frei Franklin Matheus da Costa
Frei Gabriel Nogueira Alves
Frei Guilherme Plotegher Neto
Frei Josiélio da Silva Oliveira
Frei Lucas Eduardo Maurício (FIMDA)
Frei Lucas Moreira Almeida
Frei Luís António Gungo (FIMDA)
Frei Marcelo Tadeu da Silva Cardoso
Frei Roberto Rocha da Silva
Frei Sérgio Hide Honna
Frei Silvano Kessongo Pinto Leitura (FIMDA)
Frei Thierry Melo de Paula
Frei Valódia João Manuel B. Domingos (FIMDA)
Frei Yves da Costa Bernardes Leite

PADROEIRO

São Francisco de Assis

O QUE É O NOVICIADO?

O Noviciado Franciscano é um tempo no decorrer do qual o jovem frade, chamado de noviço, começa a vida na Ordem Franciscana. Por isso, ele recebe aqui, pela primeira vez, o nome de “Frei”, que significa irmão.

Neste ano de Noviciado, o jovem Frade deverá fazer seu discernimento e aprofundamento da própria decisão de seguir a Jesus Cristo na Igreja e no mundo, no espírito de São Francisco de Assis.

O QUE FAZ UM NOVIÇO?

O Noviciado é um tempo privilegiado na vida de cada frade menor. É um ano de grande aprendizado. O noviço, antes de tudo, aprende a ler o “Livro da Cruz de Cristo”, isto é, o Evangelho para, no Evangelho, confrontar sua vocação. Aprende a exercitar-se na oração comunitária e pessoal. Aprende a cultivar, da melhor forma, seu próprio tempo no exercício da cela (rezar e estudar no seu quarto). Estuda a Regra da Ordem dos Frades Menores e outros textos franciscanos, os documentos da Ordem, a história da Ordem, a liturgia etc.

Também faz parte da vida do noviço o trabalho manual. Não importa o lugar: pode ser na horta, nos jardins, na granja, no artesanato de velas, na confecção de hóstias, na padaria, na cozinha, etc. O trabalho é visto como um exercício de cultivo da pobreza e, ao mesmo tempo, não deixa de ser uma graça para nele desenvolver os talentos divinos.

O convívio fraterno, o lazer e o esporte também fazem parte da vida cotidiana do noviço. A vida fraterna, o aprender a conviver como irmão e com os irmãos no dia-a-dia é muito importante. A vida fraterna, na Ordem Franciscana, acontece a partir de irmãos que o Senhor dá, e não a partir de pessoas que se escolhem. E quanta coisa boa se aprende no convívio e na partilha da vida!

Paróquia São Francisco – expediente:

Secretaria:

Segunda a sexta: 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30
Sábados: 7h30 às 11h30
Tel.: (47) 3384-0929
E-mail: paroquiarodeio@yahoo.com.br

Missas:

De segunda a sábado: 6h30
De terça a sábado: 19h
Domingo: 8h
Missas fixas em Capelanias: 19h, uma vez por semana, em duas comunidades de Irmãs Catequistas.

Confissões:

Antes da Páscoa realiza-se um grande mutirão de confissões, e os padres passam em todas as comunidades. Durante a semana, atende-se a quem procura.

Data de fundação da Paróquia: 22 de abril de 1900
Ano de chegada dos frades: 1894
Número de comunidades: 14

História

O Noviciado centenário

A Ordem dos Frades Menores estabeleceu oficialmente sua primeira residência em Rodeio no dia 26 de fevereiro de 1895, quando aqui chegaram quatro frades, liderados por Frei Lucínio Korte (foto ao lado). Poucos anos depois, “por ato do ministro geral da Ordem dos Frades Menores, Frei Aloísio Lauer, a 15 de junho de 1900, a residência franciscana de Rodeio passou a Convento e Noviciado.

A caminhada do Noviciado, em Rodeio, teve seu início em 3 de outubro de 1901, com a chegada do Pe. Mestre dos Noviços, Frei Modesto Bloeink e seus primeiros seis noviços: Frei Anselmo Boeckenholt, Frei Bonifácio Martinov, Frei Celestino Moldzianowski, Frei Elias Steinruecken, Frei Gabriel Zimmer e Frei Timóteo Arens”.

Na Província restaurada, o noviciado foi instituído antes, tendo funcionado, desde maio de 1897, no Convento de Blumenau. Mas desde 1901 permaneceu, quase ininterruptamente em Rodeio. “Quase ininterruptamente” porque, por ordem capitular, por dois anos, em 1911-12, o noviciado passou para o Convento de Curitiba. (…) O Noviciado voltoua Rodeio já em inícios de 1913, como todo bom filho, que sempre à casa volta! (cf. Frei Ary Pintarelli, “Menores entre Pequenos”, coleção “Centenário” – 10, São Paulo, p21).

Cabe a pergunta: Qual é o atrativo de Rodeio, para que o Noviciado continue ali tão sólido? Iniciamos com um Seminário em Blumenau, que fechou; construiu-se Rio Negro, e fechou também; fechou-se e foi demolido o velho seminário de Rodeio para ser construído um novo em Ituporanga; havia o seminário de Luzerna, construiu-se novo prédio e está fechado; alterou-se a finalidade do seminário de Guaratinguetá para Sevoa e hoje é Postulantado; construiu-se o imponente seminário de Agudos; iniciou-se uma experiência em Lages, foi fechada e, agora, novamente se reiniciou uma nova experiência; mudou de lugar a Filosofia: de Curitiba para Petrópolis, de Petrópolis para Rondinha; quantas tentativas e tratativas para se buscarem uma solução para Petrópolis, onde se criaram novas modalidades de moradia para o tempo da Teologia e a própria mudança do Instituto de Teologia.

E o noviciado de Rodeio? Qual o seu segredo para permanecer tão sólido e sereno neste verde vale, por tantos anos? Mesmo quando por brevíssimo tempo foi exilado em Curitiba, por causa das divergências dos irmãos, por que foi novamente repatriado em Rodeio? Predestinação divina? O que está por trás de sua estrutura pobre, despojada e laboriosa? Por que dificilmente se ouviu ou se ouve da boca dos irmãos que o noviciado deveria “mudar” de lugar? Existirá algo de misterioso nestas pequenas celas? O que, ou, quem sustentou tudo isso? Será que o motivo está no fato de no noviciado sempre ter existido mais vigor e mais disciplina? Será que aqui as horas de oração pessoal e comunitária foram mais preservadas e cultivadas? Será que aqui o ideal de vida franciscana é procurado no seu vigor mais puro? (cf. Espírito e Vida, centenário do Noviciado de Rodeio, de Frei Ary E. Pintarelli)

Premium WordPress Themes Download
Download Best WordPress Themes Free Download
Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=
download samsung firmware
Download WordPress Themes Free
download udemy paid course for free